sexta-feira, 30 de outubro de 2009

MINISTRAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS

Culto realizado em 28 de outubro de 2009.
Texto Base: Gênesis32: 22-31
Tema: Passar pelo Vau do jaboque para ter um encontro com Deus.
Jacó filho de Isaque com Rebeca e irmão gêmeo com Esaú. Jacó não se conformava por ter nascido depois de Esaú. Na hora do nascimento Jacó agarra com sua mão o calcanhar de Esaú e por isso recebe o nome de Jacó, que significa enganador, usurpador, suplantador. Passado-se alguns anos e os meninos crescem e Jacó prepara um guisado de lentilhas, ou seja, um cozido e quando Esaú chegou do campo pois era caçador, chega cheio de fome e pediu a Jacó um pouco daquele saboroso cozido, no entanto, Jacó disse que só daria se ele vendesse a sua primogenitude e Esaú aceita, pois estava a ponto de morrer de fome. Assim despreza Esaú sua primogenitude dando esse direito a Jacó. Gênesis: 25:24-33
E aconteceu que Isaque pai dos gêmeos, envelhece e sua visão não era mais a mesma quando jovem, ele chama seu filho mais velho Esaú para uma conversa, pois precisa abençoa-lo, porque sabia que estava perto da morte e a bênção precisava ser liberada sobre a vida do filho mais velho, para dar continuidade a sua geração. Isaque manda que Esaú prepare um guisado saboroso para que ele coma e o abençoe antes de morrer. Esaú sai para caçar e enquanto ele caçava, sua mãe prepara uma armadinha para que Jacó fosse abençoado em lugar de Esaú, e jacó ao ouvir sua mãe na trama aceita sem nenhuma exitação, pois já havia em seu sangue o prazer de enganar, e enquanto Esaú caçava Jacó recebia a bênção em seu lugar. Gênesis 27: 1-5
Quando Esaú descobre a trama fica indignado, pois, Jacó já havia lhes tirado a primogenitude e agora a bênção que foi libera de seu pai. Esaú clama em alta voz para que seu pai lhes abençoe também e Isaque chora e diz: Eis que a tua habitação serás nas gorduras da terra e no orvalho dos altos céus e pela tua espada viverás e ao teu irmão servirás, ou seja, agora ele seria servo de Jacó. Gênesis 27: 39-40.
Esaú ficou cheio de odio por causa da bênção que foi liberada sobre a vida de Jacó a ponto de jurar que logo após o luto do pai mataria Jacó. Jacó foge e sai a peregrinar e chega a harã e fica na casa de Labão seu tio, irmão de sua mãe Rebeca.
Jacó apaixona-se por Raquel e trabalha 7 anos para possui-la, no entanto, no dia do casamento Labão entrega Lia irmã mais velha de Raquel como esposa e Jacó leva um susto quando acorda e se depara na cama com Lia e levanta-se furioso e vai até Labão e diz: PORQUE ME FIZESTE ISSO? Não te tenho servido por Raquel? por que então me enganaste? Gênesis: 29:21-27
Jacó estava recebendo a conseguência dos seus enganos, e trabalha mais 7 anos para ter Raquel como esposa, ele começou a percebe que precisava arrepender-se de seus erros e começou a ver a necessidade de voltar-se para Deus. Ele decide mesmo com medo preocurar seu irmão pedir perdão e se reconciliar com ele, e envia mensageiros a Esaú dizendo: Jacó teu servo mora com Labão, irmaõ da sua mãe, agora ele tem muitos bois, e jumentos, ovelhas, servos e servas e nos enviou para que o senhor ache graça em teus olhos. Gn. 32: 3-5
Antes de ter um encontro com Esaú, Jacó passa o vau do Jaboque, ou seja, ele foi orar de toda sua alma para que Esaú o aceitasse e não o matasse e naquele lugar ele luta com um Anjo e passaou toda aquela noite lutando até que amanheceu o dia. O anjo percebendo que jacó perseverava na busca da bênção toca-lhe na coxa para ver se ele desistia, no entanto, Jacó lhes respondeu: Não te deixarei ir se não me abençoares. Gn. 32: 25 com essa palavra o anjo pergunta como chamas ele responde Jacó, nesse momento Deus o abençoa e diz Não te chamarás mais Jacó, mas Israel, pois como Príncipe lutaste com Deus e com os homens e prevaleceste. Gn. 32:28
Pela perseverança de Israel em querer mudar de vida e de atitude Deus ouve o clamor de seu servo e transforma sua vida, agora não mais como enganador, mas, como Príncipe do Senhor. Israel se arrependeu de suas falhas e Deus esqueçe o tempo da ignorância.
E Israel chamou aquele lugar de Peniel, pois teve a certeza que Deus mudará sua vida, seu caráter, suas atitudes e purificou com o Sangue de Jesus. Israel teve um verdadeiro encontro com Deus e sua alma foi salva, ele agora não era mais aquele homem sem caráter, mas, um homem de Deus transformado para o louvor da sua glória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário